segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Fisiologia do presente

despedi-me do passado
com um lenço branco

com um aceno breve e preciso,
sem peso

com o pensamento claro,
o espírito leve.

Um comentário:

Ana F. disse...

Será possível o derradeiro aceno?

Adorei o blog, te sigo!